Do problema de usar a Primeira Guerra como cenário para histórias heróicas…

Por algum motivo magnífico, a Primeira Guerra Mundial assumiu uma posição de maior destaque na cultura pop recente. Em meio ao seu aniversário de 100 anos, ela está mais presente por aí, como nos recém lançamentos Battlefield 1 ou no filme da Mulher Maravilha.

Gal Gadot Maravilha

É uma grande mudança em relação às últimas décadas, aonde a Segunda Grande Guerra era o cenário favorito. Pense nas maiores produções pop dos últimos tempos: os games de fps que começaram com Medal of Honor e Call of Duty, os Battlefields que começaram em 1942 – games cuja evolução foi trazer aos tempos atuais, pulando a Guerra do Vietnã e colocando em um cenário moderno. Os filmes e séries mais populares também são nela ambientados, como o Resgate do Soldado Ryan, Band of Brothers, e até os mais recentes Inglorious Bastards e Dunkirk.

As razões para esse favoritismo de priorizar a Segunda Guerra são um tanto quanto óbvias: inicialmente temos o tamanho do conflito. Nenhuma guerra jamais atingiu proporções tão globais e gigantescas como ela. Em todos os sentidos: países envolvidos, tempo de conflito, número de mortes… (ver: http://www.fallen.io/ww2/). Assim, pelo tamanho e tempo que levou, há uma infinidade incrível de histórias a serem contadas.

Mas um outro motivo ainda mais forte para histórias da Segunda Guerra serem tão populares: ela é uma guerra fácil de ser entendida. Os inimigos e as motivações são bem claros. Não importa sua nacionalidade, sua posição política, sua religião, sua cor… os inimigos da Segunda Guerra jamais podem ser outros do que os nazistas. Os heróis são bem claros e é um maniqueísmo delicioso para se contar uma história. Nem mesmo alemães são capazes de torcer contra o Capitão América quando ele sai matando nazistas. Continuar lendo

De Sopa, Estupro e Concordia

Diversos portais americanos estão engajados em uma campanha contra uma lei americana de anti-pirataria na internet, a SOPA. Entre os apoiadores da SOPA, estão a Knorr, a Maggi e mamãe. Contra a SOPA, também estão Mafalda e as lanchonetes fast food.

A Wikipedia hoje está offline, em protesto. Já não faz diferença pra mim, agora que eu estou formado e não preciso mais copiar trabalhos. Só mantenham o redtube no ar.

A internet é algo fascinante. Consegue tirar o Daniel da casa, trazer a Luiza de volta do Canadá mas só não consegue tirar o Sarney do Senado.

***

E recomeça o Big Brother… Eu percebi que o BBB recomeçou pela quantidade de mensagens que foram postadas no meu facebook de pessoas pedindo para não falar de BBB. Bom, eu também faço parte daquela parcela de população que não está nem aí para o Big Brother, um programa que não passa de uma perda de tempo e um abu…COMO ASSIM, ESTUPRARAM A MENINA?

Depois de anos assistindo a filmes como Bela Adormecida e Branca de Neve, finalmente as pessoas começam a adquirir a consciência que não é legal abusar das menininhas enquanto elas estão dormindo. Se o problema foi se aproveitar da bebedeira da garota, então pode me mandar pra cadeia também.

Branca de Neve

Só porque o cara é príncipe, ele pode?

Até a polícia, que parece que não tinha nada pra fazer, resolveu ir até a casa pra tomar providências. O máximo que poderiam fazer era tirar o cara de um lugar onde ele estava sendo vigiado 24 horas por dia e colocar ele em um lugar onde ele seria vigiado 24 horas por dia. Daniel ia ser a primeira pessoa que poderia afirmar com certeza qual é a casa mais vigiada do Brasil: A do Big Brother ou a de Bangu II. Entre deixar o cara no Big Brother ou na cadeia, deixa no BBB, que ao menos não é dinheiro público que tá sustentando o infeliz. Continuar lendo

Campeonato mundial de esconde-esconde

E a disputa continua acirrada no campeonato mundial de esconde esconde. Está sendo um ano de reviravoltas!

Heya!

A torcida está animada!

A psicóloga do porta-malas deixou claro que não é uma disputa para amadores, sendo precocemente encontrada. E hoje caiu outro forte competidor.

Competidores:

  • Wally
  • Belchior
  • Psicóloga do Porta-malas
  • Osama Bin Laden
  • Ulysses Guimarães
  • Madeleine McCann
  • Eliza Samudio
  • Ponto G
  • Deus

Lembrando da final do último campeonato mundial de esconde-esconde, do Monty Python:

Integração com o assunto: Prêmio especial pra quem achar a graça deste post!

Demagogia nossa de cada dia

Roteiro pronto, discurso minuciosamente ensaiado… aliás, facilmente ensaiado: é sempre o mesmo, só trocando o locutor e o motivo. Faz parte de um circo hipócrita e demagogo que se repete a cada vez que uma notícia mais reverbante ataca a mídia…

Mas o foco aqui não vai ser as sensacionalistas novelas que as televisões e jornais criam. Eles não estão fazendo nada além de sua necessidade por sobrevivência: Precisam de ibope. E o mais sensacionalista é o que vai ganhar a atenção, em especial de um grupo imenso de demagogos que criticam enquanto simultaneamente assistem. A crítica é a chama que vai propagar o hype, que vai acender o ibope. É a base do sucesso do Big Brother: Ninguém pode gostar mas todos têm que assistir.

A demagogia nossa de cada dia é que alimenta essa grande indústria hipócrita, que nos cerca e nos entretém – e gostamos disso. É o discurso ecologicamente correto de quem apaga a luz na hora do planeta, mas deixa o ar condicionado ligado no hotel para encontrar o quarto fresquinho quando voltar.

A última bolacha do pacote

Demago-o-quê? Eu não sou isso não!

Continuar lendo

Detectores de metais

Projetos prevêem detectores de metal nas escolas

Se confirmado o projeto de detectores de metais nas portas das escolas, a nova tabela periódica seria ensinada assim:

Tabela Periódica

Nova tabela periódica após a proibição dos metais

Isso tornaria muito mais fácil para os alunos, que teriam menos elementos para não aprender. Prossegue ainda o debate sobre a restrição ou não aos semi-metais.

Outros projetos incluem raio-x, restrição a materiais inflamáveis e embalagens contendo líquidos acima de 100ml e proibição de materiais das aulas de artes.

(Agradecimentos ao Guilherme por ter revisado minha tabela – Porra! Já faz 8 anos que eu não tenho uma aula de química!)

O Menino Maloqueirinho

Ziraldo é condenado por má administração de dinheiro público:
http://g1.globo.com/parana/noticia/2011/04/ziraldo-e-condenado-por-ma-administracao-de-dinheiro-publico.html

O Menino Maloqueirinho

Apronta cada uma, viu...

Mas é muito maluquinho esse menino…

Primeiro temos o Tiririca contratando humoristas para assessores… Agora temos o Ziraldo condenado por mau uso do dinheiro público em um festival de humor… No Brasil nem as piadas mais podem ser levadas a sério…